Contador de visitas

terça-feira, 12 de junho de 2012

JOVEM NEGRO EXECUTADO COM 5 TIROS NA NUCA
em Vitória da Conquita (BAHIA)

Mais um corpo é encontrado no Kadija

DSCF1061

O fundo do cemitério do Kadija tornou-se local de execução e desova. Na manhã desta terça-feira (12), mais um corpo foi encontrado no local.Não identificado, o corpo era de um homem, aparentando ter entre 16 e 18 anos, de cor negra. O jovem foi executado com, pelo menos, 5 tiros na nuca.

A polícia foi acionada por populares que passando junto ao muro do cemitério encontraram o corpo. Ao chegar no local os policiais confirmaram o fato e acionaram a Polícia Civil e o DPT – Departamento de Polícia Técnica.

.

Apesar de o corpo ter sido encontrado na manhã de hoje, alguns moradores disseram que por volta das 23h desta segunda-feira (11), o cadáver já estava ali. No entanto, a polícia não foi avisada. (Fonte: Blitz Conquista)

.


OUTRO ASSASSINATO VIOLENTO EM MACEIÓ

Por: Ricardo Alexandre (Emergência 190)

Imagens: Wallacy Bruno

Mais um jovem usuário de drogas foi executado em Maceió. Desta vez o crime foi registrado na noite de segunda-feira (11), no bairro do Santos Dumont, onde o jovem Diego Duarte da Silva, 19, conhecido como “Azul”, foi morto a tiros, por um homem de identidade desconhecida.

O crime foi praticado na Avenida Tancredo Neves, próximo ao terminal de ônibus, por volta das 19 horas, quando a vítima transitava pelo local. Segundo testemunhas, um homem se aproximou do “Azul” e efetuou um disparo de arma de fogo. Familiares contaram a polícia que a vítima era usuária de drogas.

GOVERNADOR DE MT NA CHINA

Silval Barbosa vai estar fora do país, de 21 a 29 de junho, em viagem à China, justamente na fase em que os partidos e suas lideranças estão fazendo convenções para fechar candidaturas e composições. A viagem ao exterior surge na hora certa, já que o governador prefere manter uma certa distância dos embates em alguns municípios, uma forma de não expôr a administração estadual e evitar se transformar em saco de pancada na campanha. Vai deixar que os dirigentes, especialmente do seu PMDB, defina o destino em cada município. Depois, dentro do possível, o governador aparecerá para subir no palanque de seus candidatos.


MAIS DETALHES SOBRE O "CASO IDA"

"Namorada" muda depoimento e diz que Ida era "gavião" no bairro

Nayara revela ainda que está com medo e que o ex-marido está foragido; ela a única pessoa que chegou a ver o rosto do pistoleiro

RepórterMTNamorada do jornalista foi interrogada na tarde desta terça-feira

Namorada do jornalista foi interrogada na tarde desta terça-feira


MAYARA MICHELS (Repóter MT)

A ex-namorada do jornalista Auro Ida, Bianca Nayara contou à juíza Mônica Catarina Perri Siqueira, titular da 12ª Vara Criminal da Capital, que o jornalista era chamado de ‘gavião’ no bairro. Ela relatou que a vítima tinha costumes de frequentar a região e se envolver com jovens do Jardim Fortaleza.


Nayara revela ainda que está com medo. Medo que a fez não confirmar perante a juíza que o executor do crime seja apontado pelas investigações e o seu primeiro depoimento, o Evair Peres Madeira, o “Baby”. “Ninguém nunca me ameaçou, mas vieram me interrogar querendo saber onde eu morava. O meu ex-marido está foragido. Tenho medo, muito medo”, contou a testemunha.



A Justiça deu início nesta terça-feira (12), a audiência de instrução e julgamento sobre o crime que resultou na morte do jornalista, assassinado no dia 21 de julho do ano passado. No total, 28 testemunhas devem prestar depoimento. A audiência começou com o depoimento e interrogatórios da principal testemunha do crime, a Bianca Nayara, a única pessoa que chegou a ver o rosto do pistoleiro que tirou a vida do jornalista.



“Uma amiga minha falou que ele queria sair comigo, depois de vários dias resolvi aceitar o convite. Ele me ligou e saímos para jantar. Logo no primeiro dia ele já me pediu em namoro, eu aceitei”, contou a testemunha.


Bianca contou que o ex-marido dela (foragido), suspeito de ser o mandante do crime, nunca aceitou o rompimento do casamento. “Ele sempre me ligou, ele me mandava flores e durante o único mês que fiquei com o Auro ele me procurou várias vezes querendo conversar e voltar comigo. Mas eu não gostava mais dele”, relatou a ex-namorada da vítima.



O interrogatório com a jovem durou cerca de 2h30. A juíza interroga na sequência, a ex-namorada do jornalista, Pamela Cristina. Na saída, a reportagem perguntou para Nayara se ela estava tendo contato com o ex-marido, foradigo, ela foi grossa dizendo que não quer falar nada sobre isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário