Contador de visitas

sábado, 21 de outubro de 2017


ROUBALHEIRA DESENFREADA NA PREFEITURA DE CUIABÁ 

  Levantamento apresentando na Câmara de Cuiabá aponta que  gestão do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) fez R$ 700 milhões em contratos sem licitação na Capital. A ONG  Observatório Social, de acordo com  explanação da  auditora aposentada do Tribunal de Contas da União (TCU), Elda Valim (foto), que é voluntária na Organização, exibiu  um levantamento que mostra que mais de R$ 700 milhões foram contratados pela Prefeitura Cuiabana , e só cerca de 10% foi licitado.  Um poço de trambiques com fundo a perder de vista. “Temos registro de mais de 200 contratos por adesão e apenas 10 licitações”, denunciou ela ao alertar os vereadores para fiscalizarem a situação.
Bode Expiatório
ESTRESSADO, ADOENTADO, DEFINHADO, ABANDONADO, PAULO TAQUES CAMINHA A PASSOS LARGOS PARA "ENTREGA" DO PRIMO GOVERNADOR


FONTE: JORNAL INDEPENDENTE


Por meio de curta nota oficial, o ex-chefa da Casa Civil, Paulo Taques (FOTO)  reafirmou na sexta-feira (20) que “não cometeu crime de escuta ilegal e tampouco ordenou que cometessem tal prática ilegal”.  A verdade, segundo fonte deste site, é que o "braço direito" do governador Pedro Taques, todo poderoso em MT até o início de 2017, está definhando na cadeia por conta de "má" alimentação, problemas estomacais, e  começa a se sentir abandonado, difamado e transformado em "bode expiatório" do escândalo denominado  "Arapongagem Pantaneira". Todas as tentativas judiciais de livra-lo da "cana" mostraram-se inúteis, até o momento, apesar de bons advogados a seu dispor.

Todas as responsabilidades estão recaindo sobre seus ombros, transformando-o em CHEFE MAIOR do esquema criminosos e, para piorar a situação, já trancafiado numa cela há 25 dias, Paulo Taques dá sinais de desânimo e estresse, já assinalando, segundo nossa fonte, para a possibilidade de entregar de vez o primo governador, tido como principal artífice e financiador das escutas clandestinas, que tiveram início na campanha eleitoral de 2014 e serviram para alavancar a candidatura vitoriosa de Pedro. Temendo mofar na prisão, Paulo já estaria articulando um acordo de delação em Brasília.
JOGO SUJO!
MILITAR REVELA EM DETALHES COMO A  FAMÍLIA TAQUES MONTOU "CENTRAL DE GRAMPOS" PARA GANHAR ELEIÇÃO A GOVERNADOR EM 2014 E CONTINUAR ESPIONANDO ADVERSÁRIOS POLÍTICOS EM MATO GROSSO

CABO GERSON, HOJE SOB PROTEÇÃO DA JUSTIÇA, CORRENDO RISCO DE SER ELIMINADO POR SE TRATAR DE "TESTEMUNHA CHAVE" NO CASO "GRAMPOLÂNDIA PANTANEIRA"

FONTE: NOTÍCIAS DO NORTÃO/MÍDIANEWS

O cabo PM Gérson Correa – réu na ação penal que apura o esquema de grampos ilegais operado em Mato Grosso - afirmou que um encontro realizado no restaurante Reserva, na estrada de Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá), “selou” o pagamento de apoio de R$ 50 mil para bancar o início da chamada “grampolândia” em 2014. Segundo o militar, participaram da tratativa ele e os ex-secretários de Estado Paulo Taques (Casa Civil) e Evandro Lesco (Casa Militar), que naquela época ainda não exerciam qualquer cargo no Governo. Todos estão presos acusados de integrar o esquema. “Montei um projeto onde relatei as necessidades tecnológicas e também da parte de hardware (computadores, disposição das salas, policias, fones de ouvido, entre outros utensílios) a serem utilizados para implementar a interceptação telefônica”, disse o cabo em seu interrogatório. "Foi assim que eu e o coronel Lesco nos dirigimos até um restaurante na estrada de Chapada, de nome Reserva. Lá encontramos com essa pessoa que iria arcar com essas despesas, que era o senhor Paulo Taques  (representando outra pessoa, que, logo no primeiro encontro o  cabo saberia ser o então candidato a governador pelo PDT, Pedro Taques. Daí a razão de escutas em adversários políticos em plena campanha eleitoral). O projeto foi levado ao ex-comandante da Polícia Militar, coronel Zaqueu Barbosa, em setembro de 2014, em plena campanha eleitoral. Na sequência, Gerson disse que teria sido comunicado pelo coronel Lesco que eles se reuniriam com uma pessoa que bancaria as despesas. “Foi assim que eu e o coronel Lesco nos dirigimos até um restaurante na estrada de Chapada, de nome Reserva. Lá encontramos com essa pessoa que iria arcar com essas despesas, que era o senhor Paulo Taques”, afirmou Gerson. As afirmações constam em interrogatório prestado à Polícia Civil, na última segunda-feira (16). Na ocasião, ele afirmou ao delegado Flavio Stringueta que tinha o interesse em colaborar com as investigações e detalhou fatos relativos aos grampos ilegais.

“Limpeza na PM”

O militar afirmou que entrou no esquema por volta do mês de agosto de 2014, quando foi chamado pelo coronel Zaqueu Barbosa para iniciar um “projeto de limpeza” na Polícia Militar. “Ele me telefonou, pediu uma conversa particular. Fui até o comando-geral e conversei com ele pessoalmente. Nessa ocasião, ele me disse que estava com a intenção de iniciar um plano de limpeza de policias com desvio de conduta, notadamente na região de Cáceres. De pronto me coloquei à disposição”, disse o cabo. Gérson contou que, ao aceitar a missão, passou a ter contato via-email com a empresa responsável pelo sistema Wytron (usado para realização de escutas), cuja sede é em Minas Gerais. O objetivo era saber os custos para desenvolver os grampos. “Tivemos retorno da empresa que teriam alguns custos para adquirir o ‘hardlook’ que é estilo um pen drive, de liberação do software. Em relação às placas, a empresa deu a resposta que era uma placa de 16 canais fixos e 16 canais móveis, totalizando 32 canais para redirecionamento de desvio das operadoras de telefonia para a plataforma”, explicou o militar. Ele (Paulo Taques) demonstrou que sabia da plataforma, perguntou alguns detalhes técnicos como funcionaria e eu respondi. Também nessa data é que eu, particularmente, tomei conhecimento que essa plataforma seria também utilizada para conotação política “Tão logo, tivemos alguns obstáculos, que foram obstáculos financeiros para aquisição desse hardlooks. Nessa ocasião mantive contato com o coronel Zaqueu e fiz a descrição do projeto”, completou. Segundo Gérson, até então ele tinha conhecimento de que as escutas teriam o objetivo de fato de realizar serviços de “limpeza” na PM.

  “Interesses políticos”

Segundo Gerson, somente no encontro realizado no restaurante em Chapada dos Guimaraes é que ele entendeu que as escutas seriam utilizadas também para fins políticos. “Era 2014, se não me engano, o Paulo Taques era um dos organizadores ou chefe da campanha do então candidato ao Governo, Pedro Taques. Naquela tarde que nos encontramos no restaurante - eu o coronel Lesco e o senhor Paulo Taques - explanamos a ele esse projeto”, afirmou o militar. “Ele demonstrou que sabia da plataforma, perguntou alguns detalhes técnicos como funcionaria e eu respondi. Também nessa data é que eu, particularmente, tomei conhecimento que essa plataforma seria também utilizada para conotação política, alguns interesses políticos”, disse.  Ainda conforme o cabo Gerson Correa, passado um tempo do encontro no restaurante, parte dos R$ 50 mil lhe foi entregue pelo coronel Lesco. Ele e Lesco teriam ido buscar o dinheiro em um escritório localizado no Bairro Consil, em Cuiabá. “Me recordo que foi no mês de setembro, eu e coronel Lesco fomos até um escritório. Nessa ocasião, o coronel Lesco adentrou nessa residência e veio de lá com montante de R$ 50 mil que foi repassado pelo senhor Paulo Taques”, disse. Segundo ele, Lesco lhe repassou cerca de R$ 13 mil e guardou o valor restante para “futura demanda financeira”.
HOMEM MORRE ESTRANGULADO POR "ANACONDA" DE ESTIMAÇÃO


Inglaterra - Um inglês de 31 anos foi encontrado morto em sua casa, Hampshire (Inglaterra), a poucos metros de distância de sua píton de estimação, de 8 metros. Dan Brandon estava acostumado a lidar com cobras e tinha uma coleção de animais exóticos. Autoridades suspeitam que a causa da morte seja estrangulamento , provocada pela píton, e afirmam que o rapaz sofreu “lesões graves”. .
RUBINHO MORRE EM TROCA DE TIROS 

 No último capítulo da novela "A Força do Querer", em uma troca de tiros no Morro do Beco, Rubinho (Emílio Dantas) acaba levando a pior. Jeiza (Paolla Oliveira) convoca sua equipe para uma operação policial no local e, ao chegar lá, dá de cara com o bandido já sem vida. “Está morto!”, anuncia a major. Quem matou? O parceiro Sabiá, que ficou sabendo da intenção do bandido de assumir o controle do morro e se tornar o novo chefão em seu lugar.

PIORES QUE URUBU!
EX-GOVERNADOR SILVAL BARBOSA DESABAFA CONTRA  DEPUTADOS TRAIDORES, CORRUPTOS, VENDILHÕES E MAL AGRADECIDOS QUE "MAMARAM" NO SEU GOVERNO E DEPOIS O ABANDONARAM, PASSANDO A ESTORQUIR DINHEIRO QUANDO JÁ ESTAVA PRESO
FONTE: NOTÍCIAS DO NORTÃO/FOLHAMAX


Em conversa com o senador José Aparecido dos Santos (PR), ocorrida no Centro de Custódia de Cuiabá, o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) reclama dos deputados estaduais que deram sustentação a sua gestão, entre 2010 e 2014. Segundo ele, praticamente todos que pertenciam a sua base na Assembleia o abandonaram.
O diálogo foi gravado pelo ex-governador e entregue em seu acordo de colaboração premiada. Ele está contido no apenso 6 do inquérito n° 4596 que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).
O diálogo aconteceu no dia 22 de abril deste ano quando Cidinho fez uma visita a Silval no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC). Em agosto, veio a tona trecho da gravação onde o republicano afirmava que o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e o governador Pedro Taques (PSDB) estariam articulando para anular a “Operação Ararath” em Brasília.
Em nota na época em a gravação veio a tona, pela delação premiada, Cidinho afirmou ter ido ao presídio em solidariedade a Barbosa, por serem amigos há muitos anos.
Em um dos trechos da conversa, Silval se queixa dos aliados que tinha na Assembleia Legislativa. Segundo ele, os deputados não fizeram esforços para impedir a instauração da CPI das Obras da Copa do Mundo, que detectou desvios milionários na gestão do peemedebista. 
Ele chega a questionar se foi tão “canalha” ao ponto de ter sido esquecido. “Não é possível, cara. Ajudei todo mundo”, reclamou o ex-governador.
Cidinho demonstrou compreensão com a mágoa do ex-chefe do executivo. “Mas eu não vou te abandonar não”.
Veja transcrição do diálogo:
Silval Barbosa: Fui abandonado porque, por exemplo, começou a abrir as coisas, o governo tinha compromisso. Se oito deputados, seis deputados, segura a CPI na Assembleia ou que dava para segurar, mas pelo contrário, toda nossa bancada ainda fizeram parte da comissão. Isso potencializou a justiça, tanto o MP. P... tá todo mundo cagando e andando, f... ele duma vez.
Cidinho: Todo mundo se acertou... (incompreensível).
Silval Barbosa: Esqueceram de mim ... aí, pô, e eu falava “pelo amor de Deus gente, não é possível, será que fui tão canalha assim?” Não é possível, cara. Ajudei todo mundo.
Cidinho: Mas eu não vou te abandonar não.

No final do encontro, o senador tenta acalmar o ex-governador e diz  que em breve ambos estariam rir de tudo tomando um vinho.
Cidinho: Daqui a uns dias nós vamos estar juntos tomando um vinho e....
Silval Barbosa: Isso
Cidinho: Só dando risada do passado (incompreensível).
Silval Barbosa: Manda um abraço pro BLAIRO.
Cidinho: Deus sabe o que está fazendo, você é uma pessoa do bem, sempre...
Silval Barbosa: Manda um abraço (incompreensível) uma hora passa, não tem tempestade que dure para sempre.
Cidinho: É, segura as pontas aí que nós vamos resolver isso aí.
Silval Barbosa: É, né?
DESVENDADO MISTÉRIO SOBRE MORTE DE BELA ATRIZ DE NOVELAS




Em 2013 a atriz mexicana Karla Álvarez foi encontrada morta sozinha em sua casa. Na época os meios de comunicação noticiaram que a famosa teria morrido por problemas com a anorexia e bulimia, pois, estava muito magra. Agora depois de 4 anos da morte de Karla Álvarez a imprensa mexicana teve acesso ao documento que diz o real motivo da morte da atriz. Karla Álvarez morreu aos 41 anos de idade por insuficiência aguda, causada por uma pneumonia viral. O documento encontrado foi assinado pelo médico José Luis Haro Rodríguez datado do dia 16 de novembro de 2013, um dia depois da morte da famosa. De acordo com o site “TV Notas”, Karla Álvarez, poucos meses antes de morrer sofria com uma gripe grave e passava mal várias vezes precisando ser ajudada por seus empregados. No seu último dia de vida, Karla tinha ingerido uma quesadilla que seus funcionários prepararam para ela, porém, enquanto ela comia seus alimentos, ela começou a ter um ataque de tosse e morreu no dia 15 novembro as 2:30 da tarde. Devido a sua pneumonia que estava muito grave, Karla teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.
RIVA VISITA DEPUTADO PRESO E MOSTRA SAÍDA

 RIVA E GILMAR SEMPRE FORAM GRANDES AMIGOS

O ex-deputado estadual José Riva (sem-partido) voltou esta semana ao Centro de Custódia da Capital. Calma! Ele não teve novo mandado de prisão decretado pela Justiça. Na verdade, Riva foi visitar o vice-presidente da Assembleia Legislativa, Gilmar Fabris (PSD), preso desde 15 de setembro, acusado de obstrução da Justiça. O ex-chefe da AL permaneceu por 30 minutos no CCC e teria aconselhado Fabris a pensar em uma possível colaboração premiada, a exemplo do que ele está finalizando junto a Procuradoria Geral da República (PGR). Fabris, a exemplo do que ocorreu com Silval Barbosa e José Riva, poderá mofar na cadeia até que "colabore". nisto, outros, mais culpados que ele, estão livres, ricos e curtindo a vida numa boa. Engabelando Gilmar para não serem delatados.
PRESO EM CUIABÁ CASAL  QUE ASSASSINOU EMPRESÁRIO 




Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá) e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) prenderam uma mulher de 23 anos e um adolescente de 17, acusados de participação no latrocínio que vitimou o empresário, Altair José Bastos, 54 anos, ocorrido no dia 23 de setembro, na empresa de guincho de propriedade da vítima. O menor, L.C., 17 anos, e A.sa., 23 anos, foram localizados no bairro Pedra 90, em cumprimento de mandado de prisão temporária. O menor teve participação direta no roubo seguido de morte e a moça conduziu o adolescente até o local e aguardava na motocicleta para dar fuga. Após o crime, o casal de namorados fugiu de Sinop e alugou uma casa no Pedra 90 para se esconder. Com a suspeita de que o casal estava em Cuiabá, a Derf de Sinop pediu ajuda ao GCCO para localizar os dois. Há uma semana, policiais estavam à procura dos suspeitos. Os dois confessaram a participação no crime
CONSELHEIRO DO TCE COLOCA GOVERNO PEDRO TAQUES ABAIXO DE "BOSTA DE CACHORRO"
=========
ESBANJADOR: "Gastou, neste ano, até o início julho, R$ 10 milhões com fretamento de jatinho”
LADRÃO: " O coordenador Allan Malouf, declarou, em juízo, que estava participando dessa corrupção (Secretaria de Educação) para recuperar os R$ 12 milhões que ele colocou na campanha em caixa 2"
ENCRENQUEIRO: "Você vê o governo direto batendo boca com poderes, com funcionários públicos, com desembargador, com promotor"
DESASTROSO, CALOTEIRO E PREGUIÇOSO:  "Até hoje, passados mais de 2 anos, as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e outras que foram iniciadas para a Copa do Mundo de 2014 estão paradas. A saúde estadual está falida, paralisada, por conta de calotes aplicados em hospitais" 


FONTE: JORNAL INDEPENDENTE

Em sua primeira declaração como pré-candidato ao governo de Mato Grosso, o conselheiro Antônio Joaquim afirmou que a atual gestão foi um “fracasso ético e administrativo”. Ele, que anunciou sua filiação ao PTB, ressaltou que fazia questão de avaliar a gestão Pedro Taques (PSDB) após mais de 15 anos sem poder fazer juízo sobre as administrações já que estava no cargo de conselheiro. Nos próximos dias sua aposentadoria deverá ser publicada no Diário Oficial uma vez que já está oficializada.

 “O governo atual é responsável pelo maior escândalo de corrupção na área de educação no Estado. Secretário preso, agentes públicos presos, um escândalo e uma vergonha, principalmente em uma área como a Educação. Essa situação se agravou porque o coordenador financeiro da campanha do Taques, o Allan Malouf, declarou, em juízo, que estava participando dessa corrupção para recuperar os R$ 12 milhões que ele colocou na campanha em caixa 2, o que é pior”, declarou. 

 Além disso, citou o esquema de escutas ilegais que está sendo investigado agora pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Esse caso representa uma violência contra a democracia. É pior ou, no mínimo igual, à corrupção envolvendo dinheiro. É uma invasão às liberdades individuais, à privacidade das pessoas. É inadmissível que um governo lidere – e está claro que o governo liderou – esse processo de ouvir adversários políticos”. Joaquim ainda fez um balanço sobre o funcionamento administrativo de Taques. “É uma gestão inábil, que vive em conflitos inúteis. Você vê o governo direto batendo boca com poderes, com funcionários públicos, com desembargador, com promotor. É uma crise infindável e inútil, que atrapalha qualquer governo. Então, o governo tem essa dificuldade de harmonizar o governo, função que deveria ter como representante do poder Executivo”.

 Entre os fracassos administrativos listados pelo membro afastado da Corte de Contas está a situação atual da saúde pública. "Até hoje, passados mais de 2 anos, as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e outras que foram iniciadas para a Copa do Mundo de 2014 estão paradas. A saúde estadual está falida, paralisada, por conta de calotes aplicados em hospitais" . Também a atuação no setor da agricultura familiar teve  os gastos considerados por ele irrelevantes. “É uma questão mais melindrosa, mas tenho que falar sobre os gastos exorbitantes com coisas consideradas simbólicas. O governo gastou, neste ano, até o início julho, R$ 10 milhões com fretamento de jatinho”.
PROFESSORA MORRE MISTERIOSAMENTE NO TOCANTINS

 Na tarde da quarta-feira (18/10), uma professora identificada como Maria das Mercês Coutinho Sousa, de 48 anos, foi encontrada morta dentro da sua residência. Ela trabalhava na Diretoria Regional de Ensino de Araguaína, Tocantins e era natural de Jaicós, no Piauí. Segundo informações de amigos, a docente estava de atestado e não estava indo trabalhar nos últimos dias. Colegas tentaram contato, mas não obtiveram retorno. Preocupados, se deslocaram até a sua casa no Jardim dos Ipês e encontraram o corpo da professora. A Polícia Militar foi acionada e informou que provavelmente a vítima já estava morta há dois dias. Ainda de acordo com a polícia, o corpo não apresentava sinais de violência e somente um exame será possível identificar a causa da morte.
Pai que ia a formatura acaba em funeral de filha que se tornaria médica

  Estava tudo preparado", diz Abdullahi Mohamed em alusão à festa de formatura de sua filha, Maryam Abdullahi, uma jovem estudante de medicina da Somália. A cerimônia estava marcada para o último domingo, 15 de outubro, e o pai, que mora no Reino Unido, viajava ao país especialmente para isso. Prestes a embarcar, descobriu que sua filha era uma das 300 vítimas do ataque extremista ocorrido no sábado na capital do país, Mogadíscio, um dia antes da formatura. "Estava no aeroporto prestes a embarcar quando recebi a notícia de que ela havia morrido", disse à BBC. Ele acabou comparecendo ao funeral da filha. Maryam Abduallahi, 25, estava se preparando para sua formatura em Medicina na Universidade Benadir.
CINCO ARROMBADORES DE BANCO PRESOS EM MATO GROSSO 

Três homens e 2 adolescentes foram detidos na madrugada deste sábado (21), em Acorizal (62 km ao norte de Cuiabá) suspeitos de arrombarem 2 caixas eletrônicos da cooperativa de crédito Sicredi. Dos 5 suspeitos, 4 foram detidos enquanto estavam reunidos em um "espetinho" no município. Segundo a Polícia Militar, setor de monitoramento da agência informou que havia perdido acesso com o sistema e no caminho para o local, se deparou com Thiago Rodrigo Carmo da Silva, 31, conduzindo um veículo VW Fox branco. Na revista, vários materiais usados na prática de arrombamento foram localizados no carro. Posteriormente, comerciante denunciou os demais suspeitos detidos no "espetinho". C.K.B.C, 19, R.S.M, 24, Y.A.O, 17, e G.P.B, 17, foram encontrados e conduzidos para a Central de Flagrantes de Cuiabá, em companhia de Thiago. Na agência, a polícia percebeu um buraco na parede que dá acesso aos caixas eletrônicos e 2 dos aparelhos estavam danificados, além de verificarem várias portas da unidade arrombadas.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017


TRISTE SITUAÇÃO!
DE BELA, LOIRA  E PODEROSA NA EUROPA,  A "ABRIGADA" NO ANTIGO PRESÍDIO CARUMBÉ



Numa destas  fotos,  bela, loira e feliz  Hellen Lesco, hoje, morena e infeliz,  presa por envolvimento nos "GRAMPOS" e trancada em cela do antigo Carumbé, acompanha a ex-primeira dama Samira Martins, no primeiro semestre de 2017,  em "toour" pelo exterior, incluindo EUA e Europa. Samira estava recém-separada do  governador Pedro Taques e contava na viagem com a solidariedade da amiga.
EX-PRESIDENTE DA CÂMARA DE CÁCERES MORRE ESMAGADO POR CARRETA



O ex-presidente da Câmara Municipal de Cáceres Célio Silva (foto)  e um caminhoneiro morreram em um grave acidente no início da noite de quinta-feira (19) na BR-070, próximo ao município. De acordo com informações, o ex-vereador parou para ajudar o motorista de um caminhão, que estava no acostamento devido a uma falha mecânica, quando ocorreu o acidente. O veículo dirigido por Célio, um Volkswagen Gol e o caminhão, dirigido por um motorista de 58 anos, foram atingidos  em cheio por uma carreta, que seguia pela rodovia.  Célio e o motorista, fora de seus veículos,    morreram esmagados na hora.
Quem deve "caga"!
"OPERAÇÃO MONSTRA" DA PF ATERRORIZA CAPITAL
==========
"CAGANEIRA BRAVA", ESVAZIAMENTO DE RESIDÊNCIAS COM JÓIAS, DINHEIRO ESTRANGEIRO E MUITOS DOCUMENTOS COMPROMETEDORES INDO PARAR EM CHÁCARAS E SÍTIOS EM NOME DE "LARANJAS".





FONTE: NOTÍCIAS DO NORTÃO

Mesmo com suposta "caganeira brava" por conta do medo de ser "engaiolado" junto com outros  colegas  deputados e figurões envoltos em denúncias oficializadas por Silval Barbosa e José Riva, junto à Justiça Federal, o presidente da AL-MT,  Eduardo Botelho (FOTO - PSB), segundo fonte deste site,  há mais de 48 horas não tem um paradeiro definido. Nem por telefone, fornecedores, prestadores de serviços, jornalistas  e até vereadores do interior estão conseguindo  falar com ele.  Tudo por conta de esperada "operação monstra" da Polícia Federal em Mato Grosso, quando pelo menos 150 conduções coercitivas e não coercitivas devem ocorrer nos  na capital e interior. É o que garante fonte bem informada. Por conta disso, há  um corre-corre de suspeitos  esvaziando  casas e escritórios, levando joias, relógios e dinheiro para locais protegidos, principalmente chácaras e sítios adquiridos em nomes de "laranjas".  Dizem que até o prefeito cuiabano, Emanuel Pinheiro, colocou  as sobrancelhas  "de molho".
BODE EXPIATÓRIO?
Para ministro, prisão de Taques deve 'frear' quadrilha instalada no Paiaguás

 O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, disse que o ex-secretário da Casa Civil, Paulo Taques, deve continuar na cadeia por tempo indeterminado, para garantir que a organização criminosa instalada no governo do primo, Pedro Taques, seja 'freada'. Cabeça do esquema, somente com a prisão de Paulo Taques é possível “interromper a atuação de organização criminosa” que estaria por trás das interceptações telefônicas ilegais no Estado. A declaração foi dada na decisão que negou na última terça-feira (17) um habeas corpus impetrado pela defesa de Taques no STF.
AVIÃO DA PF TRÁS PÂNICO EM CUIABÁ E OCASIONA CORRE-CORRE NA ASSEMBLEIA
==============
 Acometido por forte diarreia presidente da Casa teve que ser medicado!


FONTE: NOTÍCIAS DO NORTÃO

O avião da Federal que pousou em Cuiabá na tarde de quarta-feira (18) e ainda está no Mal. Rondon, causou o maior pânico na Capital. Tão logo foi divulgada a foto do avião começou o corre-corre na cidade. Reunião de emergência entre deputados na Assembleia era prenúncio de que o apocalipse estava próximo. Dois deputados acharam que iam amanhecer o dia com a voz de prisão. Consta que o presidente da AL-MT, Eduardo Botelho, estrelando várias denúncias cabeludas, bastante nervoso, acabou vitimado por uma forte diarreia. Foi medicado. Passa bem. No Tribunal de Justiça e no Ministério Público o temor também era grande. Um suposto inquérito, que corre em segredo de justiça, teria aquelas duas casas como alvo principal. Até o momento não ocorreu nenhuma opperação.
DEPUTADO EMAGRECE 13 QUILOS NA PRISÃO

 Preso no Centro de Custódia de Cuiabá desde o dia 15 de setembro, o deputado estadual Gilmar Fabris (FOTO-PSD) recebeu a visita de alguns colegas de parlamento nesta quinta-feira (19). Após a visita, um dos deputados relatou que Fabris está 13 quilos mais magro, anda meio abatido e bastante ansioso por causa da indefinição sobre sua prisão decretada pelo ministro Luiz Fux, do STF.